Sobre as decepções…



Tem época que os encantos da vida são mais uma provocação do que uma oportunidade de se sentir satisfeito e feliz, pois estar feliz pode atrair energias negativas e provocar a ira dos outros.

Quando depositamos confiança nas pessoas, o risco da decepção é grande, pois elas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, bem como não estamos aqui para satisfazer as dela.

As pessoas não se precisam, mais sim, se completam; não por serem metades, mas por serem pessoas inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida. Com o tempo, percebemos que para ser feliz com outra pessoa, precisamos primeiramente não precisar dela.

Percebemos também que essa ou aquela pessoa que as vezes amamos tanto, são estranhas e não se importam com nossos sentimentos. Temos que aprender a cuidar de nós mesmos e, principalmente, a gostar de nós mesmos e de quem realmente gosta de nós.

O mestre Mário Quintana estava certo: O segredo é não correr atrás das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até nós. No final das contas, vamos achar não quem estávamos procurando, mais quem estava procurando por nós. Existe uma borboleta perdida em algum lugar ou outra rondando sem que se perceba.

A vida é feita de gente boa e ruim. Alguns dias são bons e outros ruins. Existem sentimentos bons e ruins. Tudo é na base do bom e do ruim. O bem e o mal. A gente aprende isso desde cedo, tem o mocinho e o bandido. O ladrão e a polícia. E algumas pessoas valem o ruim, o estragado, o sem gosto e de vez em quando é pior não ter gosto de nada do que sentir gosto de fel.

Quando isso acontece, creio que o melhor seja parar. Uma pausa para aprender e perceber o que está acontecendo, quais são nossos verdadeiros desejos e quais tem sido nossas atitudes para torná-los concretos.

Muitas vezes, fazendo uma análise mais justa e desapegada, sem assumir nenhum papel, nem o de vítima das armadilhas da vida, nem da sacanagem dos outros e nem o de culpado, como se tudo o que fizéssemos estivesse definitivamente errado, terminamos descobrindo que há alguma incoerência nisso tudo.

Esse é o momento ideal para um intervalo, tão útil entre uma decepção e outra…

Tempo de se observar, de observar as pessoas e ouvir o que elas dizem. Tempo de aprender, crescer, ter uma nova conduta, desenvolver uma nova postura. Aguardar até descobrir qual é o melhor caminho a seguir…

E se nenhuma resposta vier, talvez signifique que você precisa ver e ouvir com o coração. Respeitar o silêncio. Talvez não haja uma resposta e nem haja uma explicação.

Às vezes, simplesmente não existem respostas nem explicação. Apenas pessoas sem sentimentos ou com sentimentos podados ou escondidos.

Aceite o que não tem controle, aceite que o universo tem seu próprio ritmo. Quando encontramos nosso caminho precisamos ter coragem suficiente para dar passos errados.

Se for para magoar, que se quebre em cacos. Se for para não se importar, ignore de vez.

Se a dor tiver que vir, que venha rápido. Se tiver que fazer alguma escolha, que faça logo.

Então espere ou esqueça, mas lembre-se que esperar dói, esquecer dói. O inesperado dói.
As decepções, as derrotas, o desânimo são ferramentas que Deus utiliza para nos mostrar qual é a estrada certa.

Despreze as coisas mornas, as coisas que não provocam ódio nem paixão, as coisas definidas como mais ou menos, um livro mais ou menos, uma pessoa mais ou menos. Tudo perda de tempo.

Viver tem que ser perturbador… O que não faz você mover um músculo, o que não faz você se preocupar, estremecer, suar, desatinar, desconcentrar, desesperar, não merece fazer parte da sua biografia.

 .

Publicado em Comportamento | Deixe um comentário

O dom de voar…


Aqui está minha vida – esta areia tão clara com desenhos de andar dedicados ao vento.

Aqui está minha voz – esta concha vazia, sombra de som curtindo o seu próprio lamento.

Aqui está minha dor – este coral quebrado, sobrevivendo ao seu patético momento.

Aqui está minha herança – este mar solitário que de um lado era amor e, do outro, esquecimento.

(Cecilia Meireles)

.

Publicado em Só dele... | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Profundidades…


 

 

.

Publicado em Belas mensagens | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Diferenças…


Quando permitimos que as tantas diferenças multipliquem os nossos risos e desamarrem as nossas certezas, entendemos que a esperança é só mais um indício de que o outro, muitas vezes, é a poesia que amacia o nosso mundo e nos ensina lindezas.

“Ninguém morre enquanto estiver vivo no coração de alguém”

.

Publicado em Belas mensagens | Deixe um comentário

Quero…


É,  já não quero a urgência de um amor movido por memórias.
Acho que eu gosto mesmo é da destreza das manhãs incertas, das dores inéditas.

Quero, sem susto, estar dentro mesmo que ligeiramente distante.
Quero morar num instante com gente de olhar inteiro, com uma mão
que me leve adiante, não de volta.

É que eu sempre quero o milagre de sentir a vida doer por dentro e
não ter que me doar menos nem o bastante.

Não espero que, como o tempo, metade de mim também passe.
Eu só sou possível quando me tenho por perto.
Para o desejo do meu coração, o mar é uma gota.

.

Publicado em Comportamento, Vontade do dia | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Amar…



Amar não é um sentimento que exige pressa, nem tão pouco desprezo pelas  coisas boas e belas que há em nossa volta.
Amar é saber respeitar o tempo do outro.
É saber lidar e aceitar as diferenças.
É resolver as diferenças com diálogo e sem agressões físicas ou morais.
É saber contornar cada momento de conflito e de desavença.
É saber segurar na mão do outro e dizer: Perdão, eu fiz errado, mas não queria te magoar.
É saber dizer: Eu te perdôo, mas por favor, não faça mais isso.
É ter sinceridade e dizer a verdade sempre, mesmo que esta seja amarga e dolorida.
É receber uma ligação dizendo “Estou morrendo de saudade”,
É receber uma mensagem inesperada no celular que diz somente “Te amo”.
É contar os dias e cronometrar as horas de chegar o fim de semana.
É passar o dia inteiro juntinhos em casa.
É sorrir, beijar, acariciar, namorar.
É escutar uma música e reconhecer algum trecho que te lembre a pessoa amada.
É sofrer sem necessidade, é ter medo e chorar.
É se sentir inseguro às vezes, mesmo tendo certeza de que você não ama sozinho.
É se arriscar com segurança.
É confiar no seu amor que tudo estará sobre controle.
É vendar os olhos e seguir adiante lado a lado.
É se permitir a sonhar e temer que esse grande sonho um dia se acabe.
É ter com quem dividir as angústias e pra superar as dificuldades contigo.
É ter um ombro pra chorar e uma mão a te acariciar.
É saber que nada será fácil, mas que você não estará lutando sozinho.
É se sentir estimado, protegido, cuidado.
É ter a segurança de que não precisa de mais ninguém.
É saber que nada foi em vão, mas que tudo valeu a pena, toda superação, todo sacrifício.
É não ter do que se arrepender depois.
É viver todos os momentos juntos, mesmo que os dois estejam fisicamente separados.
É fazer planos juntos, concretizar os sonhos juntos e viver juntos a realidade do dia-a-dia.
É saber que uma vida inteira te espera pela frente.
É sempre almejar mais, criar expectativas e alimentá-las.
É não ter como descrever um sentimento.
Amar é mais do que sexo, que tesão, que atração física.
Amar é sentir a outra pessoa, sentir sua pele e unir-se em um único corpo.
Amar é fazer amor, que é diferente de fazer sexo.
Amar é sentir-se completo.
Amar essência, complexidade e contradição.
Amar é encontrar no outro o que quer que seja seu.
Amar é se doar emocionalmente.
Amar é viver alegre, sentir feliz com si, com outros e com seu “amor”.
Amar é uma condição interna que invade nosso viver e nossa realidade.
Amar é aventurar-se na vida sem se perder na vida de alguém.
Amar é ter a consciência do presente que você é e receber o presente da vida sem apoderar-se levianamente como seu.
Amar é prioridade.

“E que o amor arrebate.
E que seja forte, contagioso e incurável.”
(Lucas Silveira)

.

Publicado em Só dele... | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

O inesperado…


A vida é o INESPERADO. Não sabemos o que mais virá e onde chegaremos.

Só o tempo pode retirar o véu que encobre o céu da nossa vida

e revelar qual o quadro que o Eterno pintou para nós.

.

Publicado em Belas mensagens | Deixe um comentário

Surpreenda-me…


Surpreenda-me com uma flor roubada
Não me surpreenda com palavras inalteradas ou frases inacabadas
Surpreenda-me com o riso solto sentado na calçada
Não me surpreenda de qualquer forma
Surpreenda-me roubando-me um beijo na madruga
Não me surpreenda somente com suas taras
Surpreenda-me com alegria estampada na cara
Não me surpreenda com a conquista do impossível
Surpreenda-me como mulher
Não me surpreenda somente por querer
Surpreenda-me com praticidade
Não me surpreenda só com sabor
Surpreenda-me com um abraço
Não me surpreenda com o inigualável
Surpreenda-me com o simples
Não me surpreenda com ilusão
Surpreenda-me com suas mãos
Não me surpreenda com intocável
Surpreenda-me com bem querer
Não me surpreenda com que supostamente pode suportar
Surpreenda-me quebrando barreiras vindo me buscar
Não me surpreenda querendo questionar
Surpreenda-me no ato verdadeiro de amar
Não me surpreenda fazendo promessas que nunca irá realizar
Surpreenda-me doando aquilo que guarda sem ninguém notar
Não me surpreenda dizendo aquilo que quero ouvir
Surpreenda-me dizendo o que tenho que escutar
Não me surpreenda fazendo o obvio
Surpreenda-me quando eu não mais acreditar
Não me surpreenda mentindo
Surpreenda-me naquilo que for preciso
Mesmo que depois de tudo vivido não seja o almejado
Não me surpreenda ficando
Surpreenda-me se a partida se faz necessária
Somente me surpreenda com a verdade…

Apenas Uma Poeta

Publicado no Recanto das Letras em 19/03/2010
Código do texto: T2146649

.

Publicado em Belas mensagens | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Carta de Amor de DEUS para você


.

Mensagem linda que recebi de meu amigo Michel Condé
e que gostaria de partilhar com todos vocês.
Obrigada amigo!!!
Que DEUS abençoe a todos.

.

Publicado em Belas mensagens | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Se eu soubesse ser quem sou…


Desde que não escrevo o meu mundo parou.
Suspenso sobre mil correntes de trajetórias…
No centro delas, um abismo força a queda para o absorto.
Sei exatamente onde estou.
E onde estou, estou completamente perdida de mim.
Sou um corpo sem energia.
Um pedaço de matéria esvaziado de sentido ou de razão.
Estou ausente.
Mas pairo aqui.
Fechada para férias…
Sem calor. E sem paixão.
Passa-se tanta coisa.
Passam por mim, como uma tempestade ou turbilhão.
Viram-me do avesso…
Deixam-me assim.
Pernas para o ar. Coração no chão.
Mas aterro sempre no mesmo sítio.
Desabitado. Vazio…
O da não-localização.
Quero um gps do ser humano.
Uma cirurgia, que descubra a minha reação.
Se ainda tenho querer, quero um impulso.
Um choque elétrico!
Algo que me ligue à vida.
Me reanime.
Me leve na corrente, ao universo da decisão.

(MLamy)

.

Publicado em Belas mensagens | Deixe um comentário